ACMD alcança meta de atividades em 2012

A Associação Comunidade de Mãos Dadas (ACMD) atingiu seus objetivos em 2012. A ACMD finalizou o projeto “Diagnóstico e Qualificação socioprossional”, iniciou o projeto “Polo Aquático – O Esporte como Ferramenta de Inclusão Social”, participou da articulação do Lançamento do Programa Cidades Sustentáveis na Baixada Santista, iniciou e finalizou uma oficina de audiovisual no Jardim Piratininga e ainda aprimorou o projeto “Nota Fiscal Legal”.


O Projeto “Diagnóstico e Qualificação Socioprofissional” esteve em atividade entre maio de 2011 à agosto de 2012. No período, o projeto teve 12 turmas, nas quais foram inscritos 160 adolescentes, sendo que 27 concluíram os cursos e seis deles foram encaminhados para o mercado de trabalho. O projeto contou com a parceria da Associação Horizontes e da SEAS e foi financiado pelo Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Outros parceiros importantes foram: Casa Vó Benedita, Creche Estrela Guia, Fórum da Cidadania, Restaurante Novo Espaço e Colégio Sedes Sapientiae, que viabilizaram o espaço físico para a execução das aulas.


O público do projeto era formado por adolescentes autores de ato infracional, em cumprimento de medida socioeducativa. Muito embora o número de formandos possa parecer distante do número de inscritos, o grande trabalho de aproximá-los e articular a rede de atendimento também são resultados importantes desse processo.


Sob a coordenação de Léo Pasquali, jogador de vôlei da “Geração de Prata”, o Projeto “Pólo Aquático – O Esporte como Ferramenta de Inclusão Social” foi iniciado em maio deste ano e já possui 230 crianças inscritas, nas quais 170 são atendidas e oito já foram encaminhadas para treinar na equipe juvenil do Clube Internacional de Regatas.


O projeto conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Santos, que cede o uso das piscinas do Centro Esportivo Manoel Nascimento Júnior e do Centro Esportivo e Recreativo Rebouças. O projeto é financiado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte e possui a Codesp, Sabesp, McDonald´s, FSB Foods, Martin Brower, Mesquita Locações e José Carlos B. de Carvalho, como patrocinadores.


No ano de eleições municipais, a ACMD também esteve engajada pela sustentabilidade e boas práticas nas cidades. Ao lado do Movimento Voto Consciente, Fórum da Cidadania e do SESC Santos, a ACMD lançou no dia 20 de setembro, o Programa Cidades Sustentáveis em Santos e Região, com a parceria da Rede Cidades Justas e Sustentáveis.


Na continuidade do apoio aos jovens das Oficinas Querô e Querô Filmes e do apoio à Comunidade do Jardim Piratininga, ocorreu entre os meses de outubro e dezembro, mais uma oficina de audiovisual para  crianças e adolescentes do Bairro. Foram 15 participantes que produziram o curta metragem “A Descoberta do Homem Primata”, que poderá ser inscritos em festivais de todo o Brasil, a exemplo dos curtas produzidos nas oficinas anuais oferecidas pelo Instituto Querô.


Por fim, a ACMD, com objetivo de diversificar suas fontes financiadoras aprimorou o sistema operacional de destinação de recursos por meio do programa “Nota Fiscal Paulista”, do governo estadual. Assim, foi criado o projeto “Nota Fiscal Legal”, que conta 19 empresas parceiras. Os recursos serão investidos em projetos já em andamento e na realização de oficinas temáticas como sustentabilidade, direitos da criança e responsabilidade socioambiental.