ACMD apoia o Instituto Querô no curta-metragem “Ana”

21462445_1395438870571420_2246326022731162545_n

21462445_1395438870571420_2246326022731162545_nA captação de recursos para a produção do filme “Ana”, do Instituto Querô, terminou em agosto e o curta-metragem já começou ser produzido, mas os investimentos financeiros ainda precisam ser feitos. Nesse sentido, no início deste mês, a ACMD fez uma doação no valor de R$ 1 mil para contribuir com a finalização do filme, cuja produção é dos jovens das Oficinas Querô e conta a história de duas mulheres negras, que são vítimas de racismo.

“A história das Oficinas Querô e do Instituto Querô tem uma forte participação da ACMD. Os resultados que eles têm apresentando na transformação de jovens são excepcionais. Sabemos da importância desse novo filme para a formação desses jovens profissionais do audiovisual e do impacto social que ele vai causar. Então, o conselho da ACMD decidiu que esse investimento era necessário”, explicou a coordenadora executiva da ACMD, Deborah Okida.

Paralelo ao racismo, o filme também conta a história de Ana, uma menina negra, que não se reconhece como tal. e Jeannette, uma professora refugiada do Congo que trabalha como faxineira na escola de ANA. Mesmo não falando português e com dificuldades de adaptação, decide ajudar a menina na valorização de suas características. O curta tem roteiro de Nicolle Ferreira e Isabella Rosa, além da direção de Vitória Felipe dos Santos, todas com 18 anos de idade e capacitadas nas Oficinas Querô.

Mais de 10 anos de parceria
Em 2005, a Gullane Filmes procurou o Unicef para pedir indicação de uma entidade da Baixada Santista que realizasse um trabalho de confiança na área dos Direitos da Criança e do Adolescente. O Unicef indicou sua parceira na Região, a ACMD, que na época, já realizava diversas ações exitosas. A partir de então, a ACMD ativou seu trabalho em rede, o que possibilitou o contato com diversas empresas e entidades.

O projeto cresceu e se transformou no Instituto Querô, que realiza as oficinas e a Querô Filmes, uma produtora audiovisual, pra onde são encaminhados os profissionais de destaque das oficinas. Nesses 10 anos, centenas de crianças e adolescentes foram atendidas, dezenas de filmes foram produzidos e prêmios conquistados. A ACMD continua como parceira institucional do Instituto Querô. Em 2016, ACMD e Instituto desenvolveram o projeto “Demorô”.