ACMD participa da Conferência Municipal de Assistência Social

xstsconfas

xstsconfasA estagiária em Assistência Social da ACMD, Bruna Versuti, participou no último dia 10 de agosto, da Conferência Municipal de Assistência Social, realizada no Centro Universitário Lusíada, em Santos (SP). A conferência teve o objetivo propor novas diretrizes para o Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

O tema da conferência foi “Consolidar o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) de vez rumo a 2026”. “As discussões foram norteadas para os próximos dez anos. A proposta vem de encontro com a necessidade de verificar as melhorias e as dificuldades vividas na Política de Assistência Social nos últimos 10 anos. Na fala da Secretária de Assistência Social Rosana Maria Russo André Leite Soares foi possível encontrar dados relevantes para os avanços conquistados no município de Santos”, ressalta Bruna.

Ocorreram em Santos 17 Pré-Conferências de Assistência Social, somadas contaram com a participação de 574 pessoas sendo significativa a participação da sociedade civil, numa delas houveram 40 representantes da mesma presentes, segundo relato da Presidente do CMAS. Participaram da XI Conferência Municipal de Assistência Social cerca de 250 pessoas, dentre elas servidores públicos, delegados previamente eleitos, representantes de instituições, ongs e sociedade civil.

Os participantes definiram as cinco questões prioritárias que devem ser tratadas na conferência estadual. Por último, foram eleitos os delegados para a 10ª Conferência Nacional de Assistência Social, que será realizada entre os dias 07 e 10 de dezembro de 2015.

Confira as proposições da conferência de Santos:

1 – Implantar o conselho gestor em cada um dos serviços da Política de Assistência Social, intensificando o acompanhamento, avaliação e fiscalização das ações desenvolvidas pelos serviços públicos e privados;
2 – Articular junto ao CMAS a efetivação da Assembleia itinerante;
3 – Publicização do controle social e implementação de parceria com universidades para a construção de linhas de pesquisa de temas afetos a Política de Assistência Social;
4 – Revisão d Resolução Normativa de Benefícios Eventuais quanto ao número de cestas básicas, vale transporte e auxílio moradia;
5 – Instituir a Lei Municipal do SUAS.