Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade

A Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade vem cada vez mais ampliando seu contato com o público em geral. Dentre as formas adotadas, seu fortalecimento na rede social Linkedin se mostra como um forte aliado. A página concentra perfis e comentários de lideranças – além de índices divulgados por institutos e empresas.


Lançado há pouco mais de quatro meses, o órgão visa representar, conectar e fortalecer os profissionais que trabalham com sustentabilidade, responsabilidade social corporativa, cidadania corporativa, investimento social privado, entre outras denominações. Pretende, acima de tudo, ser referência como um movimento de pessoas que influenciam decisivamente na promoção de condições justas, inclusivas e sustentáveis – nas relações dos seres humanos com o meio em que estão inseridos, baseados na ética, respeito, coerência, comprometimento e equilíbrio.


“A entidade vai levar sempre em conta a articulação intersetorial (que promove a troca de experiências entre os profissionais), a contribuição na formação e a disseminação de conhecimento sobre a área”, comentou – no lançamento da Associação – um de seus idealizadores, Marcus Nakagawa (consultor em educação para a sustentabilidade e gestão para o terceiro setor).


De acordo com seus integrantes, o Terceiro Setor ainda não está bem estruturado. Os grupos organizacionais estão experimentando um momento intenso de mudanças que, dependendo da cultura, valoriza (com ênfase ou não) quem trabalha nesse ramo.


Ainda conforme divulgado, hoje, muitas empresas que contratam executivos especificamente para atuar nesta área têm dificuldades de nomenclatura e de descrições de cargos.


Além disso, os valores das remunerações são muito desiguais e sem base comparativa. Dessa forma, a Associação vem ao encontro dos interesses desses profissionais, a fim de tentar equiparar o mais próximo possível e fortalecer ainda mais o mercado em que atuam.