Aumenta o consumo de álcool entre adolescentes

Dados do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas mostram que 48,3% dos adolescentes, entre 12 e 17 anos, já tiveram algum tipo de contato com bebida. Desses, 14,8% bebem regularmente e 6,7% são dependentes do álcool.


 


No Complexo Hospitalar da Zona Noroeste de Santos, conforme informações divulgadas na imprensa, a maioria dos adolescentes que chega alcoolizada para obter atendimento apresenta um quadro de coma e desidratação provocados pelo excesso de consumo. Após o atendimento, os pais são chamados. Se for preciso, o Conselho Tutelar é acionado para que o adolescente seja encaminhado aos seus responsáveis.


 


Segundo especialistas, o uso freqüente de álcool na adolescência produz danos ao cérebro – afetando a memória e prejudicando a aprendizagem, além de favorecer os problemas familiares. Ainda para os médicos, quanto mais cedo a criança ou o adolescente tiver contato com o álcool, mais chance terá de se tornar dependente.