Avaliação da Segunda Vivência da ACMD


Hoje (22 de setembro), a turma que fez a segunda Vivência da ACMD vai comparecer a uma reunião, na qual será compartilhada e debatida a avaliação do evento. A reunião ocorre às 18h30, na sede da Associação (Av. Ana Costa, 255 – 1o andar). Depois, haverá uma confraternização que contará com a presença dos participantes da primeira Vivência.



A intenção da ACMD é realizar um Programa de Imersão como este a cada ano. Portanto, a avaliação é de suma importância, porque serve de base para que sejam feitos aprimoramentos nas próximas edições.



A avaliação foi realizada por meio de fichas. Todos puderam se manifestar livremente. Este ano a análise foi ainda mais detalhada – uma para cada Módulo. Também são abordados assuntos gerais como acomodações e alimentação. As fichas contêm questões de múltipla escolha, além de haver espaço para comentários por escrito.



A segunda Vivência da ACMD aconteceu de 6 a 10 de setembro. Participaram 30 pessoas. Assim como no ano anterior, ocorreu na Fazenda Furquilha (localizada no município de Monte Alegre do Sul) – sendo coordenada pela educadora Marilu Martinelli. O Programa chama-se “Valores Humanos, Ética e Transformações”. Esta edição foi intitulada de “O Líder do Século XXI”.



Trata-se de um Programa de Imersão. Seu objetivo foi o desenvolvimento humano, através de um conteúdo multidisciplinar, tendo como eixo orientador os Valores Humanos no ambiente das organizações, colaborando para que os participantes ampliassem sua visão de mundo, guiados por valores e responsabilidade social, gerando assim prosperidade para todos.



Esta Vivência buscou apresentar um tipo de pensamento inovador para as lideranças, possibilitando uma abertura de horizonte com foco na excelência humana e a construção de uma cultura de paz em todos os ambientes. A Vivência contou com palestras, dinâmicas e troca de experiências. Os temas abordados foram desde um panorama do planeta e a nossa relação com o meio ambiente, o potencial humano, a liderança servidora, as tradições e a sabedoria de diversos povos, culturas e religiões.



Os participantes da Imersão ficaram hospedados nas dependências da fazenda em tempo integral – compartilhando, inclusive das refeições. Além disso, eles tiveram a oportunidade de desfrutar de momentos de plena integração com a natureza, uma vez que a Furquilha dispõe de uma extensa área verde, onde também foram realizadas dinâmicas. Todos esses fatores propiciaram condições ideais para uma profunda reflexão interior e a busca do autoconhecimento.