Campanha contra a exploração sexual é lançada na Baixada Santista

Foi lançada regionalmente, na cidade de Santos, em 26 de novembro, a Campanha Nacional Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Na Baixada Santista, a iniciativa está sendo liderada pelo Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo da Região (Resan). Vários postos de combustíveis da Baixada Santista e do Vale do Ribeira já aderiram.


 


Estão sendo distribuídos cartazes, panfletos e folhetos nos 250 estabelecimentos da base territorial do sindicato, que abrange 23 municípios, de Bertioga a Barra do Turvo.


 


A Polícia Federal e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) fizeram um levantamento em 2007 que identificou 1.819 pontos de prostituição infanto-juvenil ao longo das 60 rodovias federais, o que representa um crescimento de 35,3% em relação ao ano anterior.


 


A iniciativa atende a Lei n° 11.577, de 22 de novembro de 2007, a qual torna obrigatória (em hotéis, bares, restaurantes, postos de combustíveis e demais estabelecimentos de acesso público que se localizem junto às rodovias), a divulgação de mensagens de combate à exploração sexual e tráfico de crianças e adolescentes.


 


Na Baixada Santista, informações sobre a campanha podem ser obtidas no site do Resan, ou pelo telefone (13) 3229-3535. Já no âmbito nacional, é possível colaborar utilizando o Disk Denúncia (um serviço telefônico gratuito, mantido pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos do Governo Federal). Basta teclar 100, de qualquer telefone (fixo ou celular). O atendimento vai das 8h às 22h.