Cartilha sobre cultura de paz está disponível na internet

Lançada, pelo SENAC de São Paulo, a cartilha “Cultura de Paz: Redes de Convivência”. A publicação, que está disponível na internet, foi escrita pela jornalista e professora Lia Diskin –presidente e uma das fundadoras da Associação Palas Athena. A autora também é membro do Conselho Executivo da Conferência Internacional de Educação do Futuro.


A cartilha faz um panorama da cultura de paz – destacando o Manifesto da UNESCO (publicado em 2000) e a Campanha Oito Jeitos de Mudar o Mundo, da ONU – além de outros princípios da não-violência. Apresenta algumas das novas tecnologias para alcançarmos uma convivência pacificadora e também menciona experiências internacionais, nesse sentido.


Já no âmbito brasileiro, algumas instituições deram relevantes contribuições. No cenário das ONGs, é interessante citar os casos da Educadores pela Paz (do Rio Grande do Sul) e o da Pazeando (de Londrina). Quanto ao conhecimento e à difusão sobre o assunto, vale a pena ressaltar os trabalhos realizados pela Universidade da Paz – UNIPAZ (de São Paulo) e pelo Comitê Paulista da Década da Cultura de Paz.


Palas Athena – O Centro de Estudos Filosóficos Palas Athena é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, fundada em 1972, declarada de utilidade pública por órgãos oficiais. Promove, agencia e incuba programas e projetos nas áreas de Educação, Saúde, Direitos Humanos, Meio Ambiente e Promoção Social – com a finalidade de aprimorar a convivência humana por meio da aproximação de culturas e articulação dos saberes.


A instituição não é subvencionada pelo governo, nem por instituições nacionais ou internacionais de quaisquer natureza. Desenvolve, desde sua fundação, atividades e projetos diversos, sempre com recursos provenientes da autogestão. Nas suas três unidades físicas, conta com mais de cem funcionários e colaboradores voluntários – além de uma rede de parcerias com organizações governamentais, da sociedade civil, movimentos sociais e empresas.