Conheça o Programa da ACMD

O objetivo desse Programa é contribuir para a implantação de práticas capazes de transformar positivamente o dia-a-dia das pessoas. É caracterizado fortemente pelo engajamento e pelo envolvimento direto dos indivíduos nas ações. Veja os projetos que compõem este Programa:


 


Atuação no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Santos (CMDCA)


Desde sua fundação, em 1996, a ACMD acompanha e participa do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Santos (CMDCA). A ACMD já fez parte de pelo menos seis gestões, tendo inclusive presidido o órgão numa delas. Além disso, procura incentivar seus associados e parceiros a participarem como conselheiros e colaboradores.


A ACMD teve um papel primordial na consolidação da atuação do CMDCA em Santos, sendo responsável pela implantação de diversas ferramentas de gestão que alavancaram o funcionamento do Conselho e ampliaram seu potencial transformador.


Trajetória no CMDCA:


• Participação desde antes da fundação da ACMD em 1996;


• Cargos já ocupados: secretaria, presidência, vice-presidência, coordenação de câmaras setoriais (legislação, projetos, financeira);


• Implantação de diversas ferramentas de gestão para facilitar o funcionamento do CMDCA;


• Fortalecimento do segmento não governamental;


• Diagnóstico;


• Criação do Plano Municipal e Prioridades;


• Explanações sobre orçamentos públicos;


• Realização de aulas de Empreendedorismo Social (MBA, CEATS, USP);


• Realização de Palestras sobre a importância do CMDCA;


• Articulação da Rede de Promotores;


• Elaboração da Ficha de Comunicação do Aluno Infreqüente (FICAI);


 


Parceria com Instituto Ethos e UniEthos de Empresas e Responsabilidade Social


Sua finalidade é disseminar o conceito de Responsabilidade Social Empresarial entre as empresas da Baixada Santista, promover encontros, cafés da manhã, seminários e workshops.


Dentre as atividades desenvolvidas em conjunto estão: ‘Seminários de Responsabilidade Social’, ‘Almoço com Oded Grajew para empresários’, ‘Oficina de Indicadores Ethos’, ‘Encontro UniEthos Universidades; Encontro Rede Ethos de Jornalistas’ e ‘Encontros com empresas associadas Ethos/ACMD’.



Rede Sementeira


Capacitação de entidades de atendimento à criança e ao adolescente de Santos em parceria com o Instituto C&A de Desenvolvimento Social visando a profissionalização e o trabalho em rede.


A idéia surgiu na ACMD – que, durante a fase de implementação e amadurecimento do projeto, acompanhou de perto as reuniões. Atualmente a Rede já é autônoma (delibera e gera suas próprias iniciativas e recursos). Hoje em dia, a ACMD desempenha a função de parceira da Rede Sementeira.


 


Projeto Família Legal


O Projeto “Família Legal” existe desde 2001, fruto de uma parceria entre a ACMD e a Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES). Sua principal finalidade consiste em proporcionar acompanhamento jurídico às crianças e adolescentes abrigados, possibilitando, dentro de cada realidade, o retorno ao convívio familiar – seja através da reinserção na família biológica ou por meio de uma família substituta, guarda, tutela ou adoção.


Portanto, a equipe do projeto se dedica no sentido de agilizar os processos na Justiça. Também oferece gratuitamente orientação jurídica à comunidade em geral sobre assuntos que fazem parte da área de família.


A atuação é realizada de duas maneiras simultâneas e periódicas: plantões no escritório experimental da Faculdade de Direito e também através de visitas nos abrigos.


Atuam diretamente, no “Família Legal”, um advogado responsável, que supervisiona o trabalho e estagiários de Direito. Para participar, os universitários passam por um processo seletivo que abrange uma prova e uma entrevista.


Um dado importante é que o Projeto, em parceria com o Ministério Público e o Poder Judiciário, já realizaram muitos desabrigamentos. O escritório experimental da Faculdade de Direito da UNIMES, onde funciona o “Família Legal” se localiza à Rua Constituição, 374. O horário de atendimento vai das 13h às 17h. Informações pelo telefone (13) 3226-3400.


Desde a sua implantação, o Projeto já teve  mais de 500 processos, 631 consultas, 579 abrigamentos e 453 desabrigamentos.



Parceria com Pastoral da Criança


A  Associação Comunidade de Mãos Dadas (ACMD) possui uma parceria com a Pastoral da Criança Nacional e Pastoral da Criança Diocese de Santos, desde 2002. Visa apoiar a Pastoral da Criança no combate à desnutrição e à mortalidade infantil. Para isso, envolve diversas atividades e projetos, com destaque para a implantação dos Núcleos Multiuso.


Há outros parceiros envolvidos, formando uma rede que utiliza recursos humanos, materiais e financeiros. Esses parceiros são a Unisantos, professores universitários e alunos (de várias instituições), Rotary e pessoas físicas.


Através dos professores e alunos universitários já foi possível viabilizar a compra de equipamentos para a fábrica de multimistura e também a doação de mais de cinco toneladas de alimentos não perecíveis, além de matéria-prima para a multimistura.


Uma outra ação importante foi a viabilização de uma consultoria na área de gestão administrativa para a Pastoral da Criança Diocese de Santos, realizada por um profissional especializado. Essa consultoria durou cerca de quatro meses e possibilitou uma reestruturação que repercutiu em resultados bastante positivos.


Como funciona o trabalho da Pastoral da Criança: o foco do trabalho é o combate à desnutrição e à mortalidade infantil em crianças de zero a seis anos, melhorando dessa forma, a qualidade de vida não apenas da criança, mas de toda a família e comunidade. Onde a Pastoral está presente, a mortalidade infantil é reduzida em até 70% e a desnutrição em 50%.


A Pastoral realiza um trabalho ecumênico e de transformação social, utilizando ações básicas de saúde e educação. Não realiza assistencialismo. Todas as ações são voltadas a ensinar as mães e as famílias a encontrarem saídas para as situações de carência em que vivem. A entidade capacita voluntários que moram na própria comunidade em que há o atendimento.


Núcleos Multiuso – Em meados de 2003, a ACMD esteve reunida com a Dra. Zilda Arns, coordenadora nacional da Pastoral da Criança. Deste encontro, surgiu o projeto de implantação dos Núcleos Multiuso da Pastoral. Ao ser questionada sobre a forma que o empresariado poderia colaborar com a Pastoral da Criança, Dra. Zilda citou o sonho de implantar os Núcleos.


Os Núcleos Multiuso são espaços onde as atividades da Pastoral da Criança são desenvolvidas. O diferencial é que ficam localizados dentro das áreas atendidas pela entidade, facilitando o acesso ás famílias. Dentre as atividades realizadas estão capacitações, pesagem das crianças (acompanhamento do crescimento de crianças de zero a seis anos), entre outras.


O primeiro Núcleo foi inaugurado, em Santos no dia 11 de novembro de 2003. Gradativamente, vários outros Núcleos foram sendo instalados na Baixada Santista, com o apoio de diversos parceiros. Após três anos, já havia 30 unidades inauguradas. A ACMD também mobilizou os Prefeitos da região, convidando-os a assinar um “Protocolo de Intenções contra a Mortalidade Infantil”. Seis dos nove prefeitos assinaram o Protocolo, em 11 de novembro de 2005, na cidade de Santos.



Oficinas Querô


Parceria na realização das Oficinas de Cinema e Vídeo, idealizadas e implantadas pela Gullane Filmes, que em 2005 veio à Santos para filmar o longa-metragem baseado na obra de Plínio Marcos, intitulado Querô. As Oficinas têm por objetivo oferecer um programa de capacitação em produção audiovisual a adolescentes que vivem em áreas de grande risco social.


Até hoje, foram capacitados cerca de 200 jovens de várias cidades da Baixada Santista. No início de 2008, foi implementado um núcleo das Oficinas Querô em Guarujá e outro na Capital (SP).


O curso de audiovisual possui duração de um ano. Os participantes recebem gratuitamente capacitações com renomados profissionais do cinema. É uma oportunidade de estudar conteúdos como informática, roteiro, desenvolvimento de projeto, marketing, produção de locação, arte e elenco, figurino e maquiagem, fotografia e som, direção, produção, edição, pós-produção, entre outros. Ao final do curso, os jovens têm que organizar uma exibição de estréia e apresentar um DVD, contendo os curtas-metragens produzidos durante o ano.


As turmas já conquistaram vários prêmios, dentre eles estão:


• Prêmio Mídia da Paz 2007 – Prêmio oferecido pela Revista Imprensa que contempla conteúdos e ações de comunicação relacionada à construção da paz.


• Prêmio com o curta “Torto” no 17° Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo.


• Prêmio com o curta “Torto” no 4° Curta Santos, prêmio especial do júri.


• Prêmio com o curta “Maria Capacete” no 2° Doc. Mogi, segundo lugar.


• Prêmio com o curta “Maria Capacete” no 5° Curta Santos, melhor filme da mostra.


• Prêmio com o curta “Maria Capacete” no 3° Festival Jovens Realizados do Mercosul, prêmio júri popular.


Em 2008, a ACMD conseguiu a aprovação no Programa Remar, de um projeto que visa destinar recursos para a continuidade das Oficinas Querô.



Advocacia Pro Bono


Em outubro de 2004, foi firmada uma parceria entre a ACMD e o Instituto Pro Bono (IPB) de São Paulo. Instituto funciona como um mediador entre os advogados que desejam doar horas de trabalho para as entidades do Terceiro Setor que necessitem de Assessoria Jurídica, mas que comprovadamente estejam impossibilitadas de arcar com esse custo. A intenção da ACMD é ampliar cada vez mais o cadastro de advogados interessados.


Contudo, é importante reforçar que o cadastro de voluntários irá abranger todas as áreas jurídicas. Pois, sabemos que algumas Assessorias têm o poder de influenciar diretamente na qualidade de vida de crianças e jovens.


Para participar, entre em contato direto com a Assessoria Jurídica da ACMD.


O Projeto tem, atualmente, 33 participantes, sendo que 12 Advogados e Escritórios, com seis atendimentos completos.


Entidades já atendidas:



.   Rede Sementeira;


.   Associação Ecovivência;


.  Associação Renatinho;


.  Instituto Girardelli (Dr. AuAu);


.  Associação Cortiços do Centro (A.C.C.);


.  Instituto Elos.