De mãos dadas para o futuro

Este artigo foi publicado ontem, data em que a ACMD comemorou seus 13 anos de vida, na página A2 do Jornal A Tribuna de Santos.


É com muita satisfação que a ACMD completou seus 13 anos ontem (4 de junho). Em comemoração a essa data tão especial, a Associação lançou sua tradicional campanha de aniversário. A ACMD é uma ONG, fundada por empresários da Baixada Santista, para atuar na Defesa dos Direitos e dos Deveres da Criança e do Adolescente. Dentre as conquistas do último ano, é fundamental destacar as evoluções dos Três Grandes Programas da Associação: o “Mãos na Consciência”, o “Conhecimento em Suas Mãos” e o “Mãos Dadas em Ação”. Veja a seguir a finalidade de cada um deles e seu respectivo crescimento.


Para começar, o Programa “Mãos na Consciência” tem como objetivo a ampliação do nível de consciência das pessoas, transformando assim, a
percepção de mundo e, conseqüentemente, fazendo com que tenham uma conduta cada vez mais humana e solidária. A ACMD entende que a transformação do planeta depende que haja prioritariamente uma mudança interna em cada indivíduo. Nesse sentido, temos que ressaltar duas iniciativas. A primeira consiste na realização de “Vivências” de imersão, com foco no desenvolvimento humano. Tratam-se de eventos ocorridos em uma fazenda, com duração de três a quatro dias, nos quais são desenvolvidos diversos temas, desde uma visão atual de nosso planeta, ecologia profunda, consciência e espiritualidade e diversas culturas. Isso é essencial para que a sociedade consiga evoluir e alcançar um novo patamar ético. Já foram promovidas sete “Vivências”, reunindo cerca de 170 participantes.


Já o Programa “Conhecimento em Suas Mãos” oferece informações a respeito de grandes temas como: Direitos e Deveres da Criança e do Adolescente, Responsabilidade Social das Empresas e Organizações, Inclusão Social e também questões ambientais. Com relação a isso devemos frisar a realização de dois vídeos institucionais, idealizados pela ACMD e executados pela Produtora Querô Filmes. O primeiro vídeo tem como foco principal o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Santos. E o segundo abordará exclusivamente os Programas e demais iniciativas da ACMD. Essas produções foram custeadas com recursos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – mediante aprovação pelo próprio CMDCA.


Para finalizar, o terceiro Programa da ACMD, “Mãos Dadas em Ação”, contribui para a implantação de práticas capazes de transformar positivamente o dia-a-dia das pessoas. É caracterizado fortemente pelo engajamento e pelo envolvimento direto dos indivíduos nas ações. A ACMD elaborou uma nova iniciativa para fazer parte desse Programa. Trata-se do Projeto “Polo Aquático – O Esporte como Ferramenta de Inclusão Social”, baseado numa experiência de sucesso de um de seus associados. Será voltado a adolescentes em situação de risco social. A ACMD está em busca de patrocinadores e já detém um Certificado de Captação de Recursos, aprovado pelo CMDCA. Esse projeto também está tramitando no Ministério dos Esportes.


Ainda dentro do Programa “Mãos Dadas em Ação”, vale a pena ressaltar o Projeto Família Legal. Existe desde 2001, fruto de uma parceria entre a ACMD e a Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES). A principal finalidade do “Família Legal” é proporcionar acompanhamento jurídico para crianças e adolescentes dos abrigos, proporcionando novamente o convívio familiar – seja através da reinserção na família biológica ou por meio de uma família substituta. Portanto, a equipe do projeto se dedica no sentido de agilizar os processos na Justiça. Também oferece gratuitamente orientação jurídica à comunidade em geral sobre assuntos que fazem parte da área de família.


Convidamos você a participar da nossa rede. Junte-se a nós, para somar com todos! E, assim, poderemos ampliar ainda mais os benefícios de nossas ações!


* Eduardo Vianna Júnior Presidente do Conselho Deliberativo da ACMD. 


– A divulgação deste artigo em outros meios de comunicação é livre. Pedimos que apenas entrem em contato para informar o uso do material. Porém, se faz obrigatório que o conteúdo seja veiculado na íntegra, sem quaisquer alterações e que seus autores sejam citados.
O descumprimento acarretará implicações legais.
Ao divulgar, você estará colaborando conosco na conscientização dos Direitos e Deveres da Criança e do Adolescente.