“Destinação Criança” precisa de mais colaboradores

A Campanha Destinação Criança necessita de mais participantes (pessoas físicas e jurídicas) que destinem parte do Imposto de Renda a pagar, aos Fundos da Criança e Adolescente. O valor total arrecadado no ano passado caiu 10%, em relação ao anterior. No geral, o montante encaminhado por empresas diminuiu 20%.


Realizada desde 2005, a Campanha é permanente. As destinações podem ser feitas em qualquer época do ano, sendo o limite em 30 de dezembro (último dia útil de cada período). O que for acumulado vai para um Fundo, gerido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). A verba é aplicada em projetos sociais voltados a esse público, mediante aprovação do órgão.


Os responsáveis pela iniciativa reforçam que o ideal é que a destinação aconteça mensalmente, pois o fim do ano é um período atribulado, o que ocasiona o esquecimento por parte de alguns que pretendiam destinar de uma só vez. Para saber mais, acesse o site.