Destinação Criança pretende arrecadar R$ 10 milhões

Na última terça-feira (24 de novembro) foi lançada a campanha Destinação Criança 2009, no Bloco Cultural “Dr. José Edgard da Silva”, Cubatão. Mesmo com a crise financeira, os organizadores do evento (Rede Metropolitana de CMDCAs – Baixada Santista e a Receita Federal em Santos) acreditam que a arrecadação para este ano pode dobrar.


O Delegado da Receita Federal em Santos, Renato Cesar Leite, disse que as empresas terão um lucro menor, mas que isso não impede que elas façam doações. “Com a destinação, os contribuintes poderão ter a restituição do recurso. Se as empresas destinarem menos poderão fazer uma doação, que mostrará o envolvimento com uma causa tão nobre”, afirmou.


O representante da Rede Metropolitana de CMDCA – Baixada Santista, Antonio Jorge dos Santos, enfatizou a meta para este ano. “Nós podemos conseguir R$ 10 milhões é um comprometimento com as crianças da Região”, disse.


A adolescente Vanessa Nascimento Salgado, de São Vicente, que também compôs a mesa de autoridades, e será a representante da Baixada Santista e do Estado de São Paulo na Conferencia Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, em Brasília, disse da importância da participação dos jovens. “Nós, crianças e adolescentes, queremos deixar de ser apenas o público-alvo deste tipo de iniciativa, mas protagonistas da História”, salientou.


A prefeita de Cubatão Márcia Rosa entregou um envelope à Erenita Maria Barbosa, presidente do CMDCA de Cubatão, no valor de R$ 9,6 mil, em destinações dos secretários e do Vice-prefeito. Ainda no cenário político, compareceram o prefeito de Itanhaém, João Carlos Forssel, que defendeu um fundo regional, porque, segundo ele, todas as cidades têm os mesmos problemas, porém, os recursos para cada uma delas é diferente. Pelo Poder Legislativo, estiveram presentes a deputada estadual Maria Lúcia Prandi (PT) e a vereadora cubatense Nega Pieruzzi (PT).


Faça a destinação


A destinação de parte do imposto de renda pode ser feita por pessoas físicas (até 6%) e jurídicas (até 1%), o prazo termina em 30 de dezembro, que é o último dia bancário. Para fazer a destinação é muito simples: acesse o campo “faça o cálculo”, do site do Destinação Criança, em seguida preencha os dados no link “faça sua destinação”, imprima o boleto, e pague no banco. Após o pagamento, guarde o recibo, pois será o comprovante junto à Receita Federal, para que o valor destinado possa ser agregado à restituição, corrigido pela tabela Selic. O dinheiro destinado irá para o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (FMDCA) da cidade que você desejar, que por sua vez, será gerenciado pelo Conselho Municipal dos Direitos e do Adolescente.