Dra. Zilda Arns estará em Santos em 11 de novembro


A convite da ACMD, no dia 11 de novembro, a Dra. Zilda Arns, Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança, estará em Santos para compartilhar os resultados da parceria existente entre a ACMD e a entidade. Também virá comemorar os 20 anos de atuação da Pastoral da Criança na Baixada Santista.



A programação será dividida em dois momentos. Primeiramente, Dra. Zilda participará de um café da manhã na residência da presidente do Conselho Deliberativo da ACMD, Terezinha Maria Calçada Bastos. Na ocasião, vai ser exibida uma visão geral da situação da mortalidade infantil na Baixada Santista. Em seguida, haverá uma visita em um dos Núcleos da Pastoral.



A ACMD está realizando uma mobilização com o intuito de sensibilizar os Prefeitos da Baixada a dar apoio à Pastoral da Criança. Para oficializar essa iniciativa, a ACMD elaborou um “Protocolo de Intenções para o Combate à Mortalidade Infantil”. Cópias desses documentos já foram entregues, durante os dias 19 e 28 de outubro, para sete chefes do poder executivo de diferentes municípios. Esses documentos vão ser assinados, em 11 de novembro, em Santos, mediante à presença da Dra. Zilda Arns. A meta é envolver os nove Prefeitos da Região.



O principal objetivo da parceria é, através da otimização do trabalho da Pastoral, reduzir a Mortalidade Infantil da Baixada Santista – que é a região com o maior índice do Estado de São Paulo, segundo levantamento referente a 2004 e divulgado este ano pela Fundação Seade. Conforme demonstrou essa pesquisa, uma média de 18,17 crianças, por mil nascidas vivas, morrem em nossa região antes de completar um ano.



Com a parceria das Prefeituras, pretende-se diminuir, no prazo máximo de dez anos, para oito mortes, a cada mil nascidos vivos índice considerado ideal pela Organização Mundial de Saúde – OMS). Cópias desses levantamentos também foram entregues aos chefes dos Poderes Executivos municipais para reforçar o conhecimento deles a respeito da real dimensão dessa problemática.



Conforme estabelece o Protocolo, as Prefeitura se propõe a apoiar à Pastoral de diversas maneiras – inclusive com a possibilidade de subsídio financeiro proporcional ao número de crianças atendidas pela entidade em cada um dos nove municípios. O Protocolo propõe uma parceria com duração de cinco anos e podendo ser renovada por mais cinco.


Até o momento (28 de outubro), esse documento já foi entregue pessoalmente aos Prefeitos das seguintes cidades: Guarujá, Cubatão, Praia Grande, Santos, São Vicente, Mongaguá e Itanhaém. Todos se propuseram a apoiar a iniciativa e participar do Café da Manhã com Dra. Zilda Arns. Em Peruíbe, o documento só pôde ser recebido pela Diretoria de Promoção Social. Já o Prefeito de Bertioga foi o único que ainda não disponibilizou uma data para receber a visita da ACMD.


Participam dos encontros com os Prefeitos alguns dos integrantes da ACMD: Deborah Okida (Diretora Executiva), Eduardo Vianna Junior e Ronald Luiz Monteiro (ambos Conselheiros).