Educação leva IDH do Brasil para baixo


O Brasil ficou na 73ª posição entre 169 países, conforme um relatório divulgado recentemente pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). A iniciativa avaliou o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Segundo a análise, no caso brasileiro, um dos fatores que fez o País cair tanto no ranking, foi a má qualidade da educação.



A avaliação é feita, por meio de comparações de dados entre as nações. Além da educação, também são observadas a saúde e a renda da população. É por isso que, em termos gerais, países mais pobres como Peru e Guatemala acabam superando o nosso.



Ainda pela pesquisa, o brasileiro tem, em média, 7,2 anos de escolaridade – contra, por exemplo, 12 anos para os que vivem na Coréia do Sul. Paralelo a isso, representantes da Diretoria-Geral da UNESCO comentaram em matéria jornalística, também publicada recentemente, que “a educação é a melhor maneira para combater a pobreza”.