Filme Querô abre 1ª Mostra de Cinema de Santos


A ACMD foi convidada a assistir a uma exibição especial do filme Querô – a qual representará a abertura da 1ª Mostra de Cinema de Santos, idealizada pelo Espaço Unibanco de Cinema. Trata-se de uma única sessão reservada a convidados. A finalidade é compartilhar com os jovens atores, seus familiares, a equipe local e com os parceiros (dentre eles a ACMD) que colaboraram com as iniciativas da produtora Gullane Filmes. A mostra tem início na quinta-feira (1º de fevereiro).



A ACMD colabora com a Gullane Filmes, empresa responsável pelo “Querô” desde o início de 2005. Tudo começou quando a Gullane procurou o Unicef para pedir indicação de uma entidade da Baixada Santista que realizasse um trabalho de confiança na área dos Direitos da Criança e do Adolescente. O Unicef indicou a ACMD pela qualidade de suas ações desenvolvidas há mais de dez anos.



A partir de então, a ACMD vem oferecendo aos produtores do Querô diversos contatos de sua rede de relacionamentos. Através de alguns deles já foram ou estão sendo realizadas inúmeras iniciativas conjuntas. A ACMD colocou, por exemplo, em contato a equipe do Sesc e a do Querô. Como fruto disso, surgiram as oficinas de cinema. Também fez o intermédio entre a Gullane e o Colégio Sedes Sapientiae, empresa associada da ACMD. Isso gerou outra parceria: durante o ano de 2005, os jovens tiveram oficinas de informática, aos sábados, que ocorreram no Colégio.



Participaram, no ano passado, simultaneamente das oficinas de cinema no Sesc duas turmas – uma composta pela população em geral e outra formada pelos atores do Filme Querô – nos períodos da tarde e noite, respectivamente. Cada classe teve aproximadamente 30 pessoas. Todo mês foi estudado um assunto diferente: Informática, Roteiro, Desenvolvimento de Projeto, Marketing e locação, Arte e Elenco, Figurino e Maquiagem, Fotografia e Som, Direção, Produção e Pós Produção.



O resultado das oficinas foi a produção de curtas-metragens. Ao todo, foram seis filmes, dentre eles: “Torto”, “Maria Capacete”, “Pernas pra que te quero”, “Saudades da Minha Bahia” e “To Nem Aí”.



O filme “Querô” – O filme Querô foi gravado, no ano passado, no Porto de Santos. É baseado no livro homônimo do jornalista santista e dramaturgo, Plínio Marcos. Retrata as mazelas vividas por jovens da nossa cidade – envolvimento com drogas, criminalidade e a convivência na FEBEM fazem parte da história. Apesar da obra ter sido escrita há quase três décadas, muitos fatos relatados infelizmente permanecem atuais.



Participaram das filmagens do Querô cerca de 40 adolescentes, em sua maioria, moradores dos cortiços de Santos. O processo de seleção do elenco contou com cerca de 1200 adolescentes.