Fundação Casa abre as portas em Santos


Foram anos de espera e muita polêmica para encontrar um local, mas agora Santos já tem uma unidade da Fundação Casa.


O prédio de três pavimentos, construído no bairro Monte Cabrão, Área Continental da Cidade, foi inaugurado no último dia 27 de junho pela presidente da instituição, Berenice Giannella, e já está pronto para receber os infratores.


A unidade deveria ter sido entregue em fevereiro. A obra tem um padrão arquitetônico definido, que foi um projeto feito pela USP há nove anos. Precisamos fazer um estaqueamento mais profundo, o que atrasou a entrega.


Os internos começam a chegar ainda esta semana. Vamos trazer prioritariamente os jovens de Santos e, eventualmente, os de Cubatão e Guarujá”, diz ela.


O terreno onde está a unidade era particular e foi desapropriado pelo Governo do Estado. O investimento total da obra foi de R$ 5,5 milhões. O local tem capacidade para abrigar 56 internos, de 12 a 21 anos, conforme estabelece o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Mas pode chegar a 64, por conta de uma autorização do Tribunal de Justiça.


O Estado de São Paulo tem 9.500 internos. Cada um custa para o Governo R$ 8 mil por mês. A unidade de Santos receberá infratores com internação definitiva até três anos. No térreo, ficam o refeitório, as salas de aula e os espaços do curso de informática e as oficinas pedagógicas. O primeiro andar é destinado aos dormitórios. Cada quarto abriga quatro internos. No último andar fica a quadra poliesportiva. Ao todo, 66 funcionários públicos estaduais foram destinados para trabalhar no local.


Essa visão humanista de recuperar o jovem, dar oportunidades para melhorar sua autoestima, é uma ação efetiva e afetiva que valoriza o ser humano na sua formação. Assim você consegue resgatar. Um espaço nesse nível nós não tínhamos aqui, ressalta o vice-prefeito de Santos, Eustázio Alves Pereira Filho.


Fonte: Jornal A Tribuna de Santos