Iniciativas ambientais e de inclusão social são premiadas

Divulgados os vencedores da segunda edição do concurso ‘Boas Idéias e Boas Ações’. Houve 836 inscritos – sendo que os três melhores de cada uma das duas categorias (ambiental e social) foram premiados. O concurso é fruto de uma parceria entre o Sistema A Tribuna de Comunicação e a Cosipa.


 


Também foram premiados os vencedores entre os funcionários da Cosipa, nas mesmas categorias. Os destaques entre os escolhidos pelo júri foram os trabalhos dedicados à reciclagem, principalmente de garrafas PET e de inclusão social voltada a crianças e idosos. A comissão julgadora foi composta pelos diretores das duas empresas, além de alguns convidados.


 


A solenidade de entrega dos prêmios reuniu cerca de 300 pessoas e ocorreu no auditório da siderúrgica, em 11 de março. Veja abaixo os premiados, no segmento destinado à comunidade:


 


 


 


Categoria – Consciência Ecológica


 


 


 


1° Lugar


Silvania Scholz Ramos – São Vicente


 


“Esta ação já vem sendo realizada há quatro anos. Nasceu a partir da constatação de baixa qualificação profissional e educacional dos moradores do centro da cidade de Santos, e seu conseqüente desemprego. Recolhemos garrafas PET e num galpão situado no Valongo, as garrafas são transformadas em vassouras que são comercializadas e sua renda revertida para os participantes”. 


 


(OBS: O galpão ao qual Silvania se refere trata-se de um Núcleo da Pastoral da Criança – viabilizado, naquele local, por iniciativa da ACMD e outros parceiros).


 


 


2° Lugar


Marlucy Baracho de Paula Braga – Itanhaém


 


 


“Criado em 2007 por jovens da Fazer Acontecer/Itanhaém tem como objetivo comercializar camisetas com tecido ecológico (com fibra das garrafas PET) para turistas. O grupo criou um sistema de cupons para troca de garrafas mais uma ajuda de custo por camiseta, para incentivar a coleta seletiva. As garrafas são vendidas e o dinheiro arrecadado garante a sustentabilidade do projeto”.


 


 


3° Lugar


Maria da Paz – Santos


 


“Os recursos hídricos estão sendo contaminados por óleos de cozinha. Devido a essa preocupação com o meio ambiente, desenvolvo um trabalho de fabricação de sabão com óleo usado. Fazemos também flores e árvores de natal, e divisóriapara roupa íntima com garrafas PET. Todos os participantes se comprometem em plantar uma árvore em sua casa no final de cada curso”.


 


 


 


Categoria – Consciência Social


 


 


1° Lugar


Rosane Maria Santos Carvalho – Santos


 


“Durante este ano, desenvolvi com alunos de 2 a 3 anos da UME Dr. Luiz Lopes, o projeto Reconto de um Conto, que teve como objetivos: resgatar  atitudes de respeito, amizade e solidariedade, estreitando vínculos entre crianças e idosos (…) O projeto culminou com a elaboração do livro infantil A Turma dos Bonezinhos Vermelhos, onde as crianças e os idosos são personagens”.


 


2°Lugar


Janaina Marangoni – Santos


 


“Credenciada pela Vigilância Sanitária de Santos, sou ministrante do Curso de Habilitação em Manipulação de Alimentos, obrigatório por lei. Faço um trabalho de conscientização junto aos ambulantes. Através das parcerias que consegui, forneço todo o apoio para retirada do óleo de cozinha usado, que antes ia pelo ralo”.


 


 


3°Lugar


Ruthelaine H. S. Mendes – Guarujá


 


“Somos uma banda marcial hoje, mas crescendo e se tornando uma escola de música, atendendo alunos da escola e comunidade. No total, mais de 40 adolescentes de 10 a 23 anos, mais 23 do corpo coreógrafo têm aulas de teoria e prática musical. Somos todos voluntários (…) Além de ensinar música, tiramos crianças das ruas, o que nos orgulha em mudar a vida de muitos, com cultura, disciplina e o prazer da música”.