Instituto Ethos leva o tema da Responsabilidade Social Empresarial para o 3º Fórum Social Mundial

O Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social estará presente na terceira edição do Fórum Social Mundial, que teve início ontem, dia 23, em Porto Alegre/RS, e segue até o dia 28 de janeiro. O Instituto Ethos participa da organização de duas oficinas. A primeira será realizada no dia 25 de janeiro, das 8h30 às 12 horas, na PUC/RS, e terá como tema central “Os novos fundamentos macroeconômicos para o desenvolvimento social”. A palestrante convidada pelo Instituto Ethos será Hazel Henderson, ambientalista e economista evolucionária americana, mundialmente reconhecida pelo seu ativismo no desenvolvimento de uma economia sustentável, autora dos livros “Transcendendo a economia”, “Construindo um mundo onde todos ganhem” e “Politics of the Solar Age: Alternatives Futures, the End of Economics”. A segunda oficina terá como tema “Um Mercado Socialmente Responsável: É Possível?”, e será promovida pelo Instituto Ethos em parceria com o Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase), o Obervatório Social, a Fundação Instituto de Desenvolvimento Empresarial e Social (Fides), a Cives – Associação Brasileira de Empresários pela Cidadania, a Associação Latino-Americana de Pequenos e Médios Empresários (Alampyme) e o Greenpeace Internacional. O evento acontecerá no dia 26 de janeiro, das 8h30 às 18 horas, na PUC/RS. Esta oficina fará uma análise das oportunidades e desafios do movimento da responsabilidade social empresarial (RSE), e contará com a participação de palestrantes convidados nacionais e internacionais, como Harris Gleckman, coordenador das Nações Unidas para o Programa de Financiamento para Desenvolvimento; Hazel Henderson, economista do Calvert-Henderson; José Luciano Duarte Penido, presidente do Conselho de Cidadania Empresarial da Fiemg e presidente da Samarco Mineração S.A., e Erwin Hahn, presidente do Fórum Empresa. Entre os debatedores, haverá representantes de todas as entidades organizadoras do seminário, que darão suas contribuições sob o ponto de vista da sociedade civil, das empresas, dos movimentos políticos e ambientais, dos sindicatos, entre outros. O objetivo do encontro é discutir e propor ações concretas com base em avaliações aprofundadas de questões como: a força da RSE para promover efetivas mudanças do mercado no sentido redistributivo; se a RSE é estratégia de ampliação do mercado global para as empresas ou de ampliação dos benefícios; a eficácia do movimento voluntário; a efetividade da coerção social no desenvolvimento da cultura gerencial de RSE; além de muitos outros tópicos. Mais informações no site www.forumsocialmundial.org.br