Lançamento das “Oficinas Quero – Formação em Cinema e Vídeo”


As “oficinas Querô – Formação em Cinema e Vídeo” começaram a ser ministradas em Santos, em 3 de fevereiro. Visam promover principalmente a inclusão social e o protagonismo juvenil. Os interessados poderão participar gratuitamente. Como produto final, vai ser produzido um curta-metragem. O projeto é fruto de uma parceria entre a Gullane Filmes e o Sesc/Santos. Recebe também o apoio do Unicef e da ACMD.



Participarão simultaneamente dessa iniciativa duas turmas – uma composta pela população em geral e outra formada pelos atores do Filme Querô – nos períodos da tarde e noite, respectivamente. Cada classe terá aproximadamente 30 pessoas. Eles assistirão à duas aulas por semana. Todo mês será estudado um assunto diferente: Informática (é a única oficina que já teve início e está sendo ministrada através de uma parceria com a ACMD), Roteiro, Desenvolvimento de Projeto, Marketing e locação, Arte e Elenco, Figurino e Maquiagem, Fotografia e Som, Direção, Produção e Pós Produção.



Além de incluir jovens de menor poder aquisitivo, o projeto pretende também “educar o olhar dos jovens para que eles saibam dar valor a cada um dos componentes de um filme como, por exemplo, o roteiro, a fotografia, a luz, a interpretação etc”, disse Carlos Cortez, diretor do filme Querô.



Já para o oficial de projetos do Unicef, Mário Volpi, é fundamental “usar o cinema como ponto de partida para a discussão sobre os direitos da criança e do adolescente”. Ele lembrou ainda que há no nosso país 21 milhões de adolescentes e que esses jovens têm que ser encarados como a grande oportunidade de transformação positiva da sociedade brasileira.



O filme Querô foi gravado, no ano passado, no Porto de Santos. É baseado no livro homônimo do jornalista santista e dramaturgo, Plínio Marcos. Retrata as mazelas vividas por jovens da nossa cidade – envolvimento com drogas, criminalidade e a convivência na FEBEM fazem parte da história. Apesar da obra ter sido escrita há quase três décadas, muitos fatos ali relatados infelizmente permanecem atuais.



Participaram das filmagens do Querô 40 adolescentes, em sua maioria, moradores dos cortiços de Santos. O processo de seleção do elenco contou com cerca de 1200 adolescentes. “Estamos com a Gullane Filmes desde 2004, na etapa de preparação, e eles sempre se preocuparam com o nosso futuro”, comentaram dois dos atores escolhidos.



Quem quiser participar das “Oficinas Querô” devem enviar currículo para a Central de Cursos do Sesc. Os candidatos passarão por uma seleção. Informações pelo telefone 3227-5959, ou à Rua Conselheiro Ribas, 136.