Mais conquistas do “Querô”

O jovem, porém veterano das Oficinas Querô, Nildo Ferreira da Silva, foi convidado pela Origem Produções para registrar a última etapa do projeto “Era uma vez… Europa”. Com isso, Nildo irá à Valença (Espanha), com todas as despesas pagas, para colaborar na gravação. Essa será a primeira vez que ele viajará para fora do País.


Por ora, a ACMD, parceira do “Querô” desde suas primeiras iniciativas, registra aqui os parabéns a esse jovem e toda sua dedicada turma, os quais sempre apoiamos de perto e vimos crescer profissionalmente. A Associação acompanhará todo esse processo da viagem, dando posteriormente mais informações.


Quem quiser saber mais sobre o “Era uma vez Europa” pode acessar aqui.


Outras conquistas


Como de costume, os filmes do Instituto Querô são inscritos em diversos festivais ao longo do País. No mês passado, o “Aloha” ganhou prêmio de melhor documentário digital no Curta Cabo Frio. E, por aqui, em Santos ocorreu o 9º Curta Santos, Festival Santista de Curtas-Metragens, onde o Instituto marcou presença e foi contemplado.


Os três filmes do “Querô”, selecionados no Festival, receberam pelo menos um prêmio. O documentário “Aloha” ganhou como melhor documentário e também melhor filme da crítica. Já o curta “Ulisses” recebeu o prêmio de melhor ator para Eduardo Chagas. E, para finalizar, o filme “Do por que e para que contar histórias” levou a premiação de melhor fotografia.


Além de representarem os filmes selecionados, os jovens do Instituto participaram de toda a programação do “Curta Santos” que contou com a exibição de diversas produções de realizadores locais e de todo o Brasil.


Durante o evento, a turma do Querô produziu um webcasting, uma espécie de cobertura para internet das melhores partes do festival. A ação foi ágil e provou que o grupo está apto à produção de peças mais jornalísticas.