Mapeamento dos pontos de uso de crack em Santos

Segundo publicado no Jornal A Tribuna, durante esta semana, está em fase conclusiva um mapeamento dos pontos de uso de crack em Santos. O trabalho, iniciado há cerca de um ano, Foi realizado, por meio de uma parceria entre o Conselho Municipal de Saúde (CMS) e a Universidade Federal Paulista (Unifesp).


Depois da finalização, conforme divulgado, a ideia é implantar, na Cidade, uma unidade móvel de atendimento aos dependentes químicos. Seria como um consultório de rua, que percorreria os locais com maior incidência.


Se colocada realmente em prática, essa iniciativa seria muito bem-vinda à área da infância e juventude – pois se sabe, também pela Imprensa, que o número de crianças e adolescentes usuários desse tipo de droga, infelizmente, aumentou de maneira bem acelerada nos últimos anos. Portanto, a ACMD considera positiva a ação, mas frisa a importância de haver, em paralelo, medidas eficazes de prevenção.


Conselhos – Como foi citado, o mapeamento resulta, em conjunto, do empenho do Conselho Municipal de Saúde (CMS). Santos possui, ao todo, 27 Conselhos – sua maioria com relevante atuação.
Clique aqui para ver a matéria de A Tribuna na íntegra, contendo a listagem completa dessas entidades e suas respectivas informações básicas.