Nota na urna: MACF faz campanha online para pressionar Governo do Estado

nota-fiscal-eletronica-no-parana

nota-fiscal-eletronica-no-paranaDesde o dia 11 de abril, na apresentação do Balanço Social do MACF, está no ar a campanha “Nota na Urna”, que tem o objetivo de sensibilizar o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, para que as mudanças no Programa Nota Fiscal Paulista sejam revertidas. A ação é realizada pelo Movimento de Apoio a Cidadania Fiscal (MACF), no qual a ACMD está engajada, em parceria com a rede Minha Sampa.

“Milhões de paulistas doam suas notas fiscais todos os anos para financiar o trabalho das organizações da sociedade civil (ONGs). Doar é um ato muito fácil, pode-se doar na loja, colocando as notas nas urnas, ou levando-as para as ONGs que as recebem. Se o governador e seus secretários perceberem o tamanho do impacto negativo que essa medida pode ter para as organizações sociais, poderemos reverter essa decisão”, explica o coordenador do MACF, João Paulo Vergueiro.

Diferente dos abaixo assinados online, a campanha pretende pressionar o governo estadual enchendo a caixa de e-mails do Alckmin e os secretários da Fazenda, Helcio Tokeshi e o secretário de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro. A campanha já ultrapassou mais de 3 mil adesões e qualquer cidadão pode participar, basta acessar este link (http://www.notanaurna.minhasampa.org.br/), colocar nome e e-mail e enviar o e-mail, que pode ser editado.

Em março, o Governo do Estado mudou as regras do Programa Nota Fiscal Paulista. Entre as principais alterações, o sistema somente aceitará doações de notas ou cupons fiscais sem CPF por meio de um aplicativo de celular, de última geração. O MACF estima uma queda de 90% da arrecadação de recursos pelas ONGs, se as mudanças forem efetivadas. O balanço social do MACF revelou quem, em 2016, apenas 80 entidades, foram responsáveis por 5 milhões de atendimentos e 160 mil pessoas beneficiadas.