Nova diretoria expõe seus planos

Dirigentes da Associação Comunidade de Mãos Dadas (ACMD) estiveram ontem em A Tribuna para detalhar quais serão as metas da nova gestão, que foi empossada em 15 de março. O presidente do Conselho Deliberativo da entidade, Marcelo Bechelli Monteiro, a diretora executiva Deborah Okida e a conselheira Terezinha Calçada Bastos foram recebidos pelo diretor-executivo do jornal, Roberto Clemente Santini.


No encontro, Monteiro destacou os trabalhos realizados pela ACMD junto a diversas comunidades da Baixada Santista. Desde 2005, a instituição, em parceria com a Pastoral da Criança, viabilizou 26 Núcleos Multiuso — espaços onde as atividades da Pastoral são desenvolvidos.


Geralmente são compostos por uma cozinha, uma sala e um banheiro. Apesar de simples, os locais atuam na capacitação infantil e na pesagem de crianças de 0 a 6 anos. No total, os núcleos atendem cerca de 4 mil jovens carentes da região.


‘‘Temos este compromisso com a Zilda Arns (coordenadora nacional da Pastoral). Em pouco mais de um ano entregamos essses núcleos, e já negociamos outros cinco’’, disse Marcelo Monteiro. Um desses será inaugurado sexta-feira, às 15 horas, numa dependência anexa à Capela São José (Rua 1, ligação 100 — Morro do José Menino).


Para a continuidade eficaz dos seus trabalhos, a ACMD retomará a mobilização em torno do Protocolo de Intenções conta a Mortalidade Infantil. O acordo foi firmado em novembro do ano passado, entre a ACMD, a Pastoral e seis prefeituras da região (Santos, São Vicente, Praia Grande, Guarujá, Cubatão e Mongaguá). A intenção da instituição é sensibilizar as cidades que ainda não assinaram o Protocolo (Itanhaém, Peruíbe e Bertioga).


Além disso, a ACMD deve dar sequência também a outros dois projetos: o Família Legal, que visa retirar crianças dos abrigos e devolvê-las à convivência familiar, e o Café da Manhã para Empresas, que promove encontros que busca focar o tema da responsabilidade social.



Aniversário


Em junho, a ACMD completa 10 anos de fundação. Por conta da data, a entidade pretende fazer uma campanha para aumentar o número de pessoas e empresas que queiram se voltar às ações de responsabilidade social. ‘‘Não atuamos direto nos problemas. Por isso, as pessoas não sabem o resultado do nosso trabalho’’, comentou o presidente da instituição.


Os interessados em ingressar na ACMD podem obter outras informações sobre os trabalhos da instituição por meio da Central de Informações da entidade: pelo telefone/fax — (13) 3222-5002, pela internet (www.acmd.org.br) e pelo e-mail (acmd@acmd.org.br).