O que fazemos para que o avó e a avô fiquem com a guarda das crianças? (Ver pergunta completa)

O meu irmão tem 02 fihos uma menina de 02 anos e um menino de 09 meses os dois são criandos pela minha mãe (avó) pelo mue pai (avô) e pelas tias (eu e minha irmã). Pois tanto o pai como a mãe das crianças  não possuem condições finaceiras e nem psicologicas para criá-las. E atualmente a mãe voltou a fazer uso de drogas. O que fazemos para que o avó e a avô fiquem com a guarda das crianças? Já que são os avos que cuidam dessas crianças


R.: A guarda provisória pode ser pedida em qualquer tempo e necessita de poucas justificativas. É algo razoavelmente fácil de ser feito.


No entanto, se a intenção é a guarda definitiva em razão das condições dos pais, é necessário o procedimento de destituição do poder familiar (o que antes era chamado de patrio poder).


Se realmente os pais, seja por que motivos for, não cumprirem os requisitos ao execíco definitivo do poder familiar, isso pode ser definido e decidido em juízo. É um processo desgastante e demorado.


Sem contar que, na verdade, o melhor e ideal seja tentar recompor a família. Imagino que isso possa parecer muito difícil e até mesmo impossível.


Porém, a cada dia se consolida mais no judiciário esse ponto de vista como ideal, ao invés do que era antigamente que, afastava as crianças dos pais, as vezes até, por motivos superficiais.


Se vocês tiverem condições procurem advogados especializados na área(só os especialistas mesmo, faz muita diferença), senão o caminho é a assistência judiciária.


Atenciosamente


Suporte Mãos Dadas