Parceria entre ACMD e Gullane Filmes visa ampliar Oficinas Querô


A ACMD e a Gullane Filmes firmaram parceria para ampliar, em Santos, as “Oficinas Querô – Empreendedorismo e Cidadania através do Cinema”. Objetiva a inserção de jovens em situação de risco social, garantindo assim seus Direitos. O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Santos já aprovou a iniciativa, emitindo um Certificado de Captação de Recursos – por meio do qual será possível buscar financiadores que possam viabilizar o projeto, efetuando doações ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.



O projeto terá duração de um ano e pretende capacitar, na área do audiovisual, 70 jovens de ambos os sexos, com idades entre 14 e 21 anos. Do ponto de vista prático, está prevista também a elaboração de seis curtas-metragens. Com isso, esses adolescentes terão maiores chances de conseguir uma vaga no mercado de trabalho, proporcionando progresso individual e coletivo – além de conhecimentos sobre cidadania e empreendedorismo.



Como resultado do projeto, está prevista também a realização de palestras e debates voltados ao público das escolas, a fim de demonstrar como fazer uso do cinema em sala de aula . Também haverá distribuição de kits e diversos materiais paradidáticos.



Essa iniciativa abrangerá, prioritariamente, as seguintes localidades da cidade: Centro, Região dos cortiços, encostas dos Morros e Mangues.



O projeto que obteve o Certificado de Captação está orçado em R$ 112,5 mil. Os interessados em colaborar podem entrar em contato pelo telefone (13) 3222-5002, ou via internet através de nossa assessoria jurídica.



Certificado – Clique aqui para ver a legislação, na íntegra, a respeito do Certificado de Captação de Recursos – que é uma ferramenta recente e inovadora, criada pelo CMDCA de Santos, com a finalidade de aumentar as chances das entidades conseguirem recursos para viabilizarem seus projetos, junto à iniciativa privada e, ao mesmo tempo, auxiliar outros projetos, deixando parte do que for arrecadado no próprio Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA). Dúvidas sobre a utilização do Certificado de Captação também podem ser esclarecidas na ACMD.