Pastoral da CriançaVoluntários participam do “The World’s Children’s Prize”

Os 155 mil voluntários da Pastoral da Criança foram selecionados como finalistas ao “Prêmio das Crianças do Mundo” e ao “Prêmio dos Amigos Mundiais 2003”. A cerimônia de entrega dos prêmios acontece no dia 28 de abril, próxima segunda-feira, na Suécia. Estarão presentes na premiação os Amigos Adultos Honorários, além de personalidades como a rainha Silvia da Suécia, Nelson Mandela, o primeiro ministro da Suécia, Göram Persson, o presidente do Timor Leste, Xanana Gusmão e a presidente do Instituto Ayrton Senna, Viviane Senna. Além da Pastoral, concorreram o sudanês James Aguer, devido a sua luta contra a escravidão infantil em seu país e Maggy Barankitse, que luta pelos direitos das crianças vítimas da guerra em Burundi. O vencedor deste ano foi o sudanês James Aguer. A divulgação aconteceu no último dia 22.Para a fundadora e coordenadora da Pastoral, Dra. Zilda Arns, a indicação já é uma conquista e também o reconhecimento internacional do trabalho feito em três mil comunidades de 3.555 municípios do Brasil, atingindo cerca de 1,6 milhão de crianças. A Pastoral é responsável pela diminuição da mortalidade infantil e da desnutrição entre as crianças brasileiras. Nas áreas onde atua, a taxa de mortalidade das crianças menores de um ano de idade é de 13 para cada 1000 e a de desnutrição é de 7 para cada 100. No restante do país, as mesmas taxas são de 35 para cada 1000 e de 16 para cada 100 crianças. O que é o prêmioO “Prêmio das Crianças do Mundo pelos Direitos da Criança” consiste em dois prêmios mundiais únicos em prol do que as crianças têm de mais valioso: seus direitos. É um prêmio concedido pelas próprias crianças. A imprensa mundial vem chamando-o de ”Prêmio Nobel das Crianças”. Os premiados são pessoas ou organizações que fizeram algo muito especial pelos direitos da criança e a quantia do prêmio deve ser usada na luta pelos direitos das crianças e adolescentes. Um comitê com doze crianças de todo o mundo decide quem receberá o “Prêmio das Crianças do Mundo”. Muitas das crianças que compõem este júri internacional tiveram seus direitos violados. Entre os 12, há um brasileiro de 15 anos, morador do Espírito Santo.Já o “Prêmio dos Amigos Mundiais” é determinado por crianças de todo o mundo através da internet. Em 2002, 130 mil crianças de 20 países participaram da votação, entre elas crianças que já viveram nas ruas do Brasil. Para saber mais, acesse o site: http://www.childrensworld.org .