Portal Pró-Menino se transforma em rede social

Recentemente, o Portal Pró-Menino foi reformulado, tornando-se uma rede social. Dotada de modernas ferramentas interativas e de um novo layout, a Rede permitirá que internautas compartilhem conteúdo e ajudem a construir o debate sobre direitos de crianças e adolescentes.
 
Na nova rede, que já nasceu com potencial para 320 mil visitantes mensais, haverá um maior dinamismo na divulgação de informações e na interação entre os participantes. Todos os inscritos poderão compartilhar textos, vídeos e imagens. Além disso, com apenas um clique, será possível publicar automaticamente tais materiais também no Facebook e no Twitter.


Vale ressaltar que qualquer pessoa poderá ter acesso à Rede Pró-Menino. Basta acessar www.promenino.org.br e se inscrever. Aqueles que já eram usuários do Portal serão convidados a completar seu perfil, para facilitar a identificação de interesses comuns e estimular a busca de novos contatos entre os participantes.
 
Da mesma maneira que o Portal, a Rede Pró-Menino terá gerenciamento do Ceats (Centro de Empreendedorismo Social e Administração em Terceiro Setor), da FIA (Fundação Instituto de Administração). 
 
Trata-se de uma realização da Fundação Telefônica|Vivo – que atua com a finalidade de contribuir para o desenvolvimento social dos países onde está presente. No Brasil, a instituição foi criada em 1999 e possui linhas de atuação voltadas para o acesso à  educação e a divulgação do conhecimento. Em 2011, com a fusão entre a Vivo e a Telefônica, a Fundação incorporou os projetos do Instituto Vivo e ampliou sua abrangência para todo o País.