Prêmio Empreendedor Social 2011


Identificar líderes de cooperativas, empresas sociais (do setor privado e que distribuem o lucro em benefício da sociedade), ONGs e pessoas físicas que desenvolveram iniciativas inovadoras e sustentáveis para benefício da coletividade. Este é o objetivo do Prêmio Empreendedor Social 2011. É uma realização do Jornal Folha de S.Paulo e da Fundação Schwab. As inscrições devem ser feitas, até este domingo (1º de maio), somente pela internet. Não há taxa.


O candidato precisa apresentar preferencialmente ideias pioneiras, que estejam sendo desenvolvidas há mais de 36 meses, como a criação de um produto ou serviço ou a aplicação diferenciada de tecnologias sociais já conhecidas dentro de seu contexto.


Será levada em consideração a sustentabilidade da organização, inclusive a financeira. É imprescindível que tenham desenvolvido parcerias sólidas e estratégicas com órgãos governamentais ou empresas privadas.


O impacto social direto também vai ser avaliado quantitativa e qualitativamente. Deve ser mensurado com base em documentos, em relatórios de avaliação feitos por terceiros e nos testemunhos dos beneficiários dos projetos sociais. O candidato e/ou o projeto precisam influenciar em políticas públicas.


O empreendedor social deve estar aberto para compartilhar seus métodos com outras organizações; os processos devem estar sistematizados para aplicação eficiente em outros contextos.


Prêmio de Futuro – Vai ser promovido, simultaneamente, também o Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro com o mesmo prazo de inscrição. A triagem e o enquadramento dos projetos (em cada concurso) serão feitos pela própria comissão julgadora. Para outras informações e esclarecimento de dúvidas, envie  e-mail para empreendedorsocial@grupofolha.com.br.