Programa Cidades Sustentáveis conquista a adesão de 205 prefeitos

Passada as campanhas eleitorais de primeiro e segundo turno deste ano, os prefeitos que assumirão a gestão dos municípios brasileiros entre 2013 e 2016 já estão eleitos. Nesse cenário termina também a primeira etapa do Programa Cidades Sustentáveis (PCS), que conquistou a adesão de 178 prefeitos eleitos no primeiro turno e outros 27 no segundo turno das eleições municipais.


E a mobilização não para por aqui. A partir de agora, prefeitos eleitos que ainda não assinaram a carta compromisso proposta pelo PCS ainda têm a chance de fazê-lo nos próximos meses. Para isso, basta acessar o link http://www.cidadessustentaveis.org.br/carta e seguir as instruções.


As organizações responsáveis pelo Cidades Sustentáveis – Rede Nossa São Paulo, Instituto Ethos e Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis – avaliam que o número de adesões e de prefeitos eleitos comprometidos com o programa já superou as expectativas iniciais. Mesmo assim, informam que a carta compromisso ainda pode ser assinada pelos candidatos que passaram para o segundo turno e também pelos prefeitos eleitos no dia 7 de outubro que tenham interesse em promover o desenvolvimento sustentável de seus municípios.


Programa Cidades Sustentáveis
Totalmente apartidário, o Programa Cidades Sustentáveis tem o objetivo de sensibilizar, mobilizar e oferecer ferramentas para que as cidades brasileiras se desenvolvam de forma econômica, social e ambientalmente sustentável. Para isso, oferece aos candidatos uma agenda completa de sustentabilidade urbana, um conjunto de indicadores associados a esta agenda, e um banco de boas práticas com exemplos nacionais e internacionais como referências a serem perseguidas pelos gestores públicos municipais. O programa é complementado por uma campanha para sensibilizar os eleitores a escolher a sustentabilidade como critério de voto e os candidatos a adotar a agenda da sustentabilidade.


Com informações da Rede Nossa São Paulo.