Projeto Jogando com Alegria assina termo de parceria com a ACMD

termoacmdpja

termoacmdpjaNa tarde do último dia 03 de outubro, na escola estadual Nossa Senhora dos Navegantes, do bairro de Santa Cruz dos Navegantes, em Guarujá (SP), o Projeto Jogando com Alegria comemorou um ano de aniversário com a presença de três ídolos do Santos FC: Clodoaldo Santana, Manoel Maria e Rui de Rosis, que se colocaram como padrinhos do projeto. Na ocasião, aconteceu a apresentação do novo uniforme do projeto e a assinatura do termo de parceria com a ACMD.

“Eu conheço o trabalho sério realizado pelo Nenê e sua equipe para que o futebol possa transformar a vida das crianças aqui de Santa Cruz e quero agradecer a ACMD por ter acreditado nesse projeto e tenho certeza que sairão jovens de muito talento, não só para o futebol, como para a vida”, afirmou o tricampeão mundial, Clodoaldo.

O descobridor de talentos, Manoel Maria, também comentou sobre seu envolvimento com o projeto. “Eu gosto de usar muito uma frase: quem não sonha, não é feliz. Aqui eu vejo como é possível sonhar, mas ao mesmo tempo realizar um trabalho sério na área do esporte. Espero que o projeto continue por muitos anos”, declarou.

jogadoresedu“O projeto é fantástico! Atende a uma comunidade carente e que por meio do esporte pode transformar vidas. O Nenê faz um trabalho muito competente e tenho certeza que a parceria da ACMD fará com que o projeto possa seguir firme e forte por muitos anos, sobretudo com a ajuda das famílias, que são fundamentais para o desenvolvimento dessas crianças”, disse o ex jogador e comentarista, Rui de Rosis.

O Projeto Jogando com Alegria já atendeu mais de 200 crianças e adolescentes. A parceria com a ACMD prevê o acompanhamento técnico de um profissional de Educação Física e dois estagiários na área, o acompanhamento de uma assistente social, além do fornecimento do material de treino e do uniforme completo de treino e campeonato, que já está em uso, nas aulas que acontecem de terça a sexta, de manhã e de tarde, no campo de futebol do bairro.

“O nosso bairro possui mais de mil crianças e elas ficam muito ociosas e a nossa comunidade precisava se mobilizar para mudar essa realidade. Esse projeto é um sonho meu e que a nossa comunidade abraçou. Por pouco a gente não encerrou as atividades, mas ajuda da ACMD veio no melhor momento e tenho certeza que daqui sairão muitos talentos para o futebol brasileiro, mas também pessoas de bem”, ressaltou o coordenador projeto, Gladston Meneses, o Nenê.

O presidente do conselho deliberativo da ACMD, Marcelo Bechelli Monteiro, confia no sucesso do projeto. “Quando soubemos que esse projeto precisava de ajuda, conversei com o nosso conselheiro, Eduardo Vianna Júnior, e viemos ver do que se tratava. Constatamos que é um trabalho sério, que atende crianças e adolescentes de fato. Ou seja, está no escopo da nossa missão. Acredito no envolvimento cada vez mais presente das famílias e da sociedade para que o projeto consiga manter-se forte e presente”, afirmou.

No evento, os pais e responsáveis também puderam inscrever crianças e adolescentes no projeto. No total, comparecerem 101 pessoas, que realizaram 96 recadastramentos e cinco novas inscrições. Mais crianças e adolescentes podem se inscrever e devem levar seus responsáveis ao local de treinamento, no campo de futebol do bairro.