Quase metade das crianças paulistas estão acima do peso

Um levantamento aponta que 45% das crianças e adolescentes paulistas estão com sobrepeso ou obesidade infantil. Os dados são do programa “Meu Pratinho Saudável”, parceria do Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas da FMUSP com a LatinMed Editora em Saúde.


A pesquisa, realizada durante mutirões gratuitos realizados pelo programa em parques, estações de metrô e escolas da rede estadual de ensino, contou com a participação de 476 crianças, de dois a nove anos de idade. No total, foram avaliados 246 meninos e 230 meninas.


Realizada com base na avaliação nutricional e no cálculo do Índice de Massa Corpórea (IMC), que é relação entre peso e altura, o estudo apontou que, do total de crianças e adolescentes avaliados, 19% apresentavam excesso de peso e 26% (ou um em cada quatro) foram classificados como obesos.


Do total de meninas avaliadas, 22% estavam com sobrepeso e 24%, com índices de obesidade. Já entre os meninos, 16,6% apresentaram excesso de peso e 28% foram considerados obesos.


Elisabete Almeida, diretora-executiva do programa “Meu Pratinho Saudável”, diz que o crescimento da obesidade infantil está diretamente ligado aos hábitos alimentares, associado ao sedentarismo. Ela explica que crianças obesas estão mais propensas a se tornar adultos obesos, elevando o risco de doenças como diabetes, cardiopatias e hipertensão.


Além das avaliações nutricionais, durante as ações do programa foram desenvolvidas para as crianças atividades didáticas com alimentos em resina, distribuição de quebra-cabeças educativos e jogos interativos com tablets.


Programa
O programa Meu Pratinho Saudável é voltado para crianças de seis meses a 10 anos e tem como objetivo a readequação da alimentação, fazendo com que as crianças comam bem e de maneira saudável. Um dos principais conceitos do programa prevê que nas refeições principais, a metade do prato da criança seja preenchido com verduras e legumes (crus e cozidos).


Para a outra metade, preencha o prato com 1/4 de alimento rico em proteínas como carne vermelha, frango, peixe, ovos, que deve ser complementada com leguminosas, como o feijão, grão de bico, soja, lentilha. O outro 1/4 do prato deve contar com alimentos ricos em carboidratos, de preferência em sua forma integral como arroz, massas, batatas, mandioca, mandioquinha, farinhas.


Mais informações sobre os programas “Meu Prato Saudável” e “Meu Pratinho Saudável” podem ser obtidas pelo aplicativo “Meu Prato Saudável”, disponível gratuitamente para celulares do tipo smartphone, e pelos portais www.meupratosaudavel.com.br e www.meupratinhosaudavel.com.br.


Com informações do Portal UOL.