Resultado da enquete sobre aquecimento global

Foi feita, no Site da ACMD, uma enquete sobre aquecimento global. No total, foram contabilizados 67 votos. Veja abaixo os resultados:


 


Dos internautas que se manifestaram 76,12% consideram que o aquecimento global precisa ser combatido com atitudes simples e que as pessoas têm uma parcela de responsabilidade na solução do problema.


 


Já 11,94% dizem que é uma questão que necessita de melhores Políticas Públicas.


 


Por outro lado, 7,46% defendem que esse problema será solucionado, no futuro, com o advento de novas tecnologias.


 


Os 4,48% restantes acreditam que se trata de um fato já consumado e que nada se pode fazer.


 


 


Saiba mais – O aquecimento global é uma das maiores ameaças aos seres vivos da Terra. É um fenômeno climático de grande proporção que vem causando o aumento gradual da temperatura média do planeta, desde os últimos 150 anos.


 


Existe um grande debate em relação às causas deste aumento na temperatura. Os cientistas afirmam que o aquecimento deve-se ao crescimento, na atmosfera, dos poluentes antropogênicos (aqueles produzidos pelo homem).


 


São várias as conseqüências do aquecimento global. Pode-se citar, por exemplo, o derretimento das calotas polares (que causa o aumento do nível dos oceanos), a morte de várias espécies de animais e vegetais (o que desequilibra vários ecossistemas, ocasionando o aparecimento de desertos), o aumento de furacões, tufões e ciclones; verões cada vez mais quentes, dentre outros.


 


É por isso que temos que nos conscientizar e começar a prestar mais atenção nas nossas atitudes para que possamos ajudar o nosso planeta a sobreviver. A ACMD está atenta a esta questão e já inclui a dimensão ambiental em suas iniciativas, por entender que todas as dimensões estão conectadas e influenciam uma nas outras (dimensões social, ambiental e econômica).


 


O seminário da ACMD, realizado em 2007, intitulado “Redes e Sustentabilidade”, teve um módulo inteiro (leia a matéria aqui) dedicado a esses assuntos – trazendo renomados palestrantes como Valdemar de Oliveira Neto, da AVINA, e Gilvan Sampaio, do CPTEC/INPE.


 


Outra instituição, o Unicef, também vem se preocupando com questões ambientais. Recentemente, lançou a publicação “Mudanças Climáticas e Infância”, que discute os efeitos das mudanças climáticas na saúde e no desenvolvimento infantil. Esta é mais uma prova de que precisamos começar a repensar a forma de encararmos o futuro do nosso planeta.


 


Outra boa dica é começar a mudar nossos hábitos de consumo. Visite o site do Instituto Akatu (www.akatu.net) e veja bons exemplos de consumo consciente!