Reunião com Dra. Zilda Arns


O diretor Executivo, Eduardo Vianna Junior e o Conselheiro da ACMD Ronald Luiz Monteiro vão ter um encontro com a Dra. Zilda Arns, que é a autoridade máxima da Pastoral da Criança no Brasil. A reunião acontece, em Curitiba em 19 de abril. Na viagem, os representantes da ACMD irão conhecer de perto outros projetos sociais e apresentar os resultados e indicadores da parceria firmada entre as duas entidades.



O primeiro contato da ACMD com a Dra. Zilda Arns ocorreu em 2003, quando Eduardo Vianna Junior foi a Curitiba para saber de que maneira a Associação poderia atuar para otimizar o trabalho da Pastoral na Baixada Santista.



A coordenadora nacional da entidade explicou que a Pastoral necessitava de alguns locais espalhados pelas comunidades, onde as líderes pudessem realizar a pesagem das crianças e também capacitações para que as voluntárias aprendessem, dentre outras coisas, a preparação da multimistura (complemento alimentar natural um dos responsáveis pelo sucesso da Pastoral no combate à desnutrição). Esses locais, foram chamados de Núcleos Multiuso. São compostos por cerca de duas salas e uma cozinha .



A ACMD decidiu encabeçar essa empreitada e, por meio de parcerias, vem concretizando núcleos em vários municípios da região. Dez já estão finalizados e mais quinze encontram-se em fase de negociação.



A Associação também incentivou a Pastoral de Santos a inscrever o projeto para a viabilização dos Núcleos no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). O projeto foi aprovado pela entidade que liberou cerca de R$ 90 mil, do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente de Santos, para doze núcleos.



A verba é destinada à compra de equipamentos e já está sendo utilizada. Quanto à viabilização dos imóveis, nos quais são instalados os núcleos, a ACMD tem sensibilizado o empresariado e o poder público para que percebam a importância dessa questão e colaborem. O Café da Manhã para empresas é um dos instrumentos utilizados pela ACMD, cujo objetivo está atualmente focado na concretização dos núcleos.



A diretoria nacional da Pastoral da Criança estabeleceu, cruzando dados de pesquisas, que para que todas as crianças em situação de risco na Baixada Santista tenham acesso à Pastoral, suas comunidades que atendem na região atualmente 11 mil crianças, teriam que conseguir assistir por volta de 37 mil para suprir a demanda.



Isso significa que é preciso triplicar a capacidade de atendimento da Pastoral na Baixada. A ACMD pretende, até o final do ano, finalizar 29 núcleos, deixando-os em funcionamento o que certamente auxiliará para que o objetivo nacional seja atingido.



Foi a Dra. Zilda Arns quem inaugurou o primeiro núcleo em Santos, a convite da ACMD, em 11 de novembro de 2003. Ela será convidada novamente, para inaugurar a 29º unidade. Esse acontecimento representará o fechamento de um ciclo bem sucedido.