Valdiosmar Vieira Santos defende fim do assistencialismo

12

14925440_1180977441980494_5799163960030120700_nO ex-presidente do Colegiado Nacional de Gestores Municipais da Assistência Social (Congemas) e consultor da Assistência Social, Valdiosmar Vieira Santos, alerta para a necessidade do fim do assistencialismo. “É preciso ouvir as pessoas e garantir os direitos delas, de acordo com as necessidades. Não é filantropia ou assistencialismo”, declarou. O especialista esteve no Seminário: A Proteção Social em tempos de crise – caminhos para poder público e entidades, realizado pela ACMD, na Universidade Santa Cecília (Unisanta), em Santos (SP), no último dia 09 de novembro.

O consultor debateu os desafios da Assistência Social com cerca de 150 lideranças do Terceiro Setor e do Poder Público da Baixada Santista, que puderam conhecer conceitos e exemplos de outras partes do Brasil, bem como as experiências profissionais de Vieira Santos. “A gente começa a perceber o aumento da miséria. Com isso vai aumentar o número de pessoas em situação de rua, a violência e como em um efeito dominó vai afetar a sociedade inteira e os governos precisam estar atentos”, salientou.

Na parte da tarde, o encontro do assistente social aconteceu com as equipes dos prefeitos eleitos da Região, para que eles pudessem levar uma agenda de compromissos aos governos. “Não há desenvolvimento econômico sem desenvolvimento social. Isso deve ser bem observado. Da mesma forma que há problemas que devem ser combatidos de forma metropolitana, mas é preciso que os prefeitos e suas equipes tenham vontade política para fazer essa transformação”, exclamou.

A secretaria de Assistência Social de Santos, Rosana Russo, observou que apesar do orçamento pequeno e da queda na arrecadação é preciso tratar a área como prioridade. “Não houve um único ponto que o Valdiosmar tocou que não seja importante e é impossível resumir. Apesar do momento difícil, os governos municipais devem estar atentos ao que é vital para a população, por isso estamos aqui, para debater e encontrar o melhor caminho”, afirmou.

De acordo com o presidente da ACMD, Marcelo Bechelli Monteiro, a associação sai na frente mais uma vez ao trazer um especialista da área para debater um assunto importante, sobretudo em um momento de crise econômica. “Dentro da Assistência Social a ACMD está enquadrada no ramo de assessoramento, a primeira organização do gênero em Santos. Tenho certeza que cada liderança das entidades e cada representante do poder público terão onde aplicar os conhecimentos adquiridos e debatidos hoje”, disse.